20 janeiro, 2006

Jardineiros do mundo, uni-vos!

Em antevéspera de eleições, eu reflicto ...

Não há dados em concreto, mas é visível o aumento de pontos de venda de plantas e flores em todo o País. Qualquer cidade que se preze possui hoje em dia pequenos negócios de venda ao público ou mesmo viveiros e estufas preparadas para a distribuição em maior escala, onde regra geral, também é possível adquirir plantas envasadas para uso doméstico. Sorte a nossa…!
Trata-se apenas de um sinal de que as pessoas vivem melhor e que por via disso se “podem dar ao luxo” de comprar as plantas que embelezam, por vezes fugazmente, a vida de cada um. Porém, não há bela sem senão!
CLIK por favor. E vote no "meu candidato".

3 comentários:

zooexotico disse...

E porquê um Pombo coroado!!!

Bonita ave!

L. disse...

É verdade, os viveiristas subsistem á custa de quem deixa morrer as plantas. E parece-me um grande negócio, trabalhoso, sim, mas lucrativo: morre a planta, compra-se outra. E em todas as estações é assim.
Mas por vezes não existe outro modo de as ter, plantas, flores, na época ideal, nos nossos jardins.E estou a pensar nas sementes que temos comprado cá, que a maior parte das vezes não nasce. Serão antigas? Já com as trazidas do estrangeiro acontece o contrário. Nascem sempre e bem fortes.
Também é verdade que, no que respeita à horta, temos comprado alfaces, couves, cebolas, em viveiristas, para transplante, relativamente baratas e o resultado é o ideal: muito menos trabalho com a sementeira e um crescimento mais rápido.
A chamada de atenção que fazes para os viveiristas de confiança, é que me parece fundamental: então quanto a árvores de fruta, é preciso especial cuidado.
Conclusão: escolher bem onde se compra, semear se possível e depois transplantar e tratar bem as plantas.


Já agora, este post e o do dia 13, estão em letra tão pequena que tenho que recorrer ao botão do meio do rato e ao ctrl para aumentar as letras.

Joao Soares disse...

Ola
Vim do diario campestre e dizer-te que tens uma paisagem ambientalista à tua espera no meu blogue BioTerra e que já linkei a tua Azinheira!
João
http://bioterra.blogspot.com